fbpx

Cancelaram meu voo, o que eu faço?

KLEITON JOSÉ CARRARA PorKLEITON JOSÉ CARRARA

Cancelaram meu voo, o que eu faço?

Cancelaram seu voo?

Atualmente há o cancelamento frequente de voos onde ficamos perdidos e não sabemos o que fazer e nem para onde ir.

Saiba seus direitos:

O Tribunal de Justiça de São Paulo, vêm reconhecendo que o cancelamento de voos sem o devido aviso prévio, torna-se cabível a reparação e indenização por dano moral aos passageiros que foram lesados.

Além desta possibilidade, detalharemos outras a seguir:

Atraso superior a 2 horas:

  • Alimentação (voucher para almoço, jantar ou lanche);
  • Comunicação (telefonema)

Cancelamento ou atraso superior a 4 horas:

Nesse caso, o cliente tem o direito de decidir a melhor opção de acomodação. O passageiro não é obrigado a aceitar a proposta da empresa aérea. No caso de cancelamentos, é muito comum as empresas ocultarem o direito do passageiro de escolher voos de outras empresas. Isso porque elas pagam caro para reacomodar os passageiros nas concorrentes. Mas é um direito seu! Exija se precisar.

  • Reembolso integral, incluindo a taxa de embarque. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
  • Remarcar o voo para data e horário de sua conveniência, sem custo. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
  • Embarcar no próximo voo da mesma empresa, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino. A empresa deverá oferecer assistência material;
  • Embarcar no próximo voo de outra empresa aérea, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino, através do endosso;
  • Acomodação ou hospedagem e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se você estiver no local de seu domicílio, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto;
  • Concluir a viagem por outra modalidade de transporte (ônibus, van, táxi etc), quando em trânsito ou próximo ao aeroporto de destino.

Portanto, mesmo que você recebeu as recomendações acima, por parte da companhia aérea, o seu dano foi somente amenizado, não extinguindo o seu direito, a ser reparado e indenizado por dano moral, inclusive se você tenha perdido algum compromisso inadiável, bem como reunião de negócios ou uma viagem em família.

 

 

Sobre o autor

KLEITON JOSÉ CARRARA

KLEITON JOSÉ CARRARA administrator

Sócio fundador do escritório Advogado inscrito na OAB/SP 359.490 Graduado pela Instituição Toledo de Ensino de Bauru/SP – ITE (2014) Mestrando em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente na Universidade de Araraquara Professor do Curso Jurídico Ad Lege Membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB Subseção de Bauru/SP Associado ao IADV (Instituto dos Advogados do Interior Paulista)

Deixar uma resposta